Página de divulgação das ações da Secretaria de Cultura do município do RIO GRANDE RS.

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

VOCÊ ME CONHECE?



Frederico Carlos de Andrade

Nasceu na cidade do Rio Grande a 29/12/1878 e aqui faleceu em 14/4/1940. Estudioso e autodidata, desde cedo revelou tendência ao jornalismo. Foi funcionário municipal em Rio grande, jornalista-fundador da Revista Talismã e da Revista Tudo, redator de vários jornais papareias: Diário do Rio Grande, Echo do Sul, O Tempo, A Lucta e o Rio Grande. Poeta, orador, conferencista, jornalista, cronista, comentarista e teatrólogo.
Autor da letra do Hino da Cidade do Rio Grande, que foi apresentada para as comemorações do Centenário da Lei Provincial n. 5, de 27/06/1935, que elevou a Vila do Rio Grande à categoria de Cidade.
Em sua homenagem, uma avenida no bairro Cassino, recebe seu nome.

Para saber mais...

Neves, Décio Vignoli das. Vultos do Rio grande. 2º Tomo. Rio Grande: Gráfica da UCS, 1987.

VISITAS À FOTOTECA MUNICIPAL





Na tarde do dia 7 de Novembro, também tivemos a visita da Escola Municipal Wanda Rocha, os alunos acompanhados dos seus professores vieram prestigiar a Exposição Entre Fios: tendências nos séculos XIX e XX, essa exposição que tem imagens ambientadas entre o final do século XIX até a década de 1950 e que deseja inspirar o visitante a refletir a linguagem corporal através de penteados, acessórios e estilos de cabelos em ambos os gêneros.

VISITAS À FOTOTECA MUNICIPAL





Na tarde do dia 07 de Novembro, a Fototeca Municipal Ricardo Giovannini recebeu alunos do Jardim 2 da Escolinha Tia Gleci, para uma Oficina, que está inserida  no contexto da  Exposição Entre Fios: tendências nos séculos XIX e XX, essa exposição que tem imagens ambientadas entre o final do século XIX até a década de 1950 e que deseja inspirar o visitante a refletir a linguagem corporal através de penteados, acessórios e estilos de cabelos em ambos os gêneros.
Durante a Oficina, os alunos conheceram a Fototeca, foram sensibilizados através de um vídeo sobre a temática da Exposição e após participaram de uma atividade lúdica, onde a partir da própria imagem recriaram um novo visual. Entre outras habilidades, essa oficina, teve o propósito de exercitar a coordenação motora, a criatividade, o reconhecimento visual, a releitura da própria imagem, a integração com o grupo e com o próprio espaço, o Museu.

Serviço:
Artista: Fototeca Municipal Ricardo Giovannini
Exposição: Entre Fios: tendências nos séculos XIX e XX
Local: Galeria de Exposições Permanente da Fototeca Municipal Ricardo Giovannini - andar térreo da Prefeitura Municipal do Rio Grande/RS.
Visitação: De 18/09/2018 à 31/12/2018.
Horário: 13h00 às 18h30
Observação: Para visitação em outros horários é solicitado um agendamento prévio, pelos telefones: 53 32338408/32338409 ou pelo email: fototeca.rg@gmail.com.

Acompanhe nossa programação pelo Blog (http://fototecariogrande.blogspot.com.br) e Facebook.


Informações: Fototeca Municipal Ricardo Giovannini - SECULT/PMRG

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

VEM AÍ...


Nos dias 6 e 7 de Dezembro ocorrerá a III Mostra de Cinema OfCine & I Cinemário no IFRS - Campus Rio Grande. Cineastas, estudantes, educadores, artistas e comunidade em geral estarão debatendo sobre diferentes abordagens e perspectivas no âmbito da linguagem e da indústria cinematográfica regional e nacional.
Este evento é uma realização conjunta do projeto de extensão "OfCine" do IFRS - campus Rio Grande, SESC Rio Grande, Secretaria de Município de Cultura do Rio Grande, FURG e UFPel. As atividades são gratuitas para toda a comunidade interessada. A variada programação de atividades contará com mesas de debate, palestras, workshops e exibições de longas-metragens e curtas-metragens.



Venha, prestigie, participe e incentive o nosso cinema!

Siga-nos também no instagram: @mostraecinemario

VEM AÍ...

MEETING OF STYLES 2018

O tradicional Encontro Internacional de Graffiti realizado pelo quarto ano consecutivo na cidade do Rio Grande volta para o Cassino. Assim como em 2015, a arte dos artistas de rua irá colorir as paredes da SAC nos dias 01 e 02 de dezembro.

Anota na tua agenda!


EXPOSIÇÃO AQUARELAS DE ANTIQUÁRIOS

A artista plástica Rosali Colares expõe seu trabalho em aquarela na Sala Multiuso a partir do dia 09 de novembro.A abertura da exposição acontece nesta sexta-ferira,às 16 horas. Prestigie!

"Estes trabalhos foram feitos a partir de recortes de fotos, tiradas pela própria artista durante viagens pelo Brasil e exterior, em visita por antiquários e feiras  populares. A técnica  utilizada para tanto é a aquarela.  Primeiramente, a motivação deste tema, foi representar composições aleatórias de diversos objetos, de diferentes materiais, usos e períodos. Cada objeto tem sua história, que depende da sensibilidade e da imaginação do observador para recria-la ou resignificá-la . A presente exposição retrata  objetos que, embora a maioria esquecidos hoje, tiveram grande, ou pequena,  relevância na vida cotidiana das pessoas em períodos passados, tanto pessoal como profissional. Tais obras tem o objetivo de proporcionar uma viagem no tempo, trazendo recordações a quem as admira e para as mostrar as novas gerações objetos de uso do passado." Rosali Colares


































terça-feira, 30 de outubro de 2018

2º HELENA EM COR

A Prefeitura Municipal do Rio Grande,por meio da Secretaria de Município da Cultura está apoiando a segunda edição do evento que vai, mais uma vez, colorir o muro da  escola Helena Small.

Traga a família, seu chimarrão e venha se divertir! 
Dia 10/11, à partir das 9 horas da manhã. Não perca!!!


SÁBADO É DIA DE QUITANDA


No próximo dia 03,sábado,é dia de visitar a feira mais tradicional do artesanato rio-grandino. Pegue seu chimarrão e venha ver a mais pura e genuína arte de nossos artesãos e artesãs, além de antiquários,sebos,brechós e gastronomia artesanal. O grupo Capoeira Marauê estará se apresentando,sob a organização do mestre Esquilo.
Venha para o Quitanda Cultural!!!



sexta-feira, 26 de outubro de 2018

PROJETO ARTE NA PARADA SERÁ REAPLICADO PARA MUNICÍPIOS DE TODO O BRASIL



Seis meses após ter sido anunciado entre os cinco projetos vencedores do Prêmio Municiência – Municípios Inovadores, em Brasília, o Arte na Parada, da Prefeitura Municipal do Rio Grande, conquista novo reconhecimento.
A iniciativa que visa difundir o grafite e estimular a preservação do patrimônio público deu tão certo em Rio Grande, que será reaplicada em todo o Brasil. É o que afirma Denise Messias, Consultora da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), em painel realizado na Universidade Federal do Rio Grande (Furg). No evento “Diálogos UniverCidades”, realizado na tarde desta quinta-feira (25), no Cidec-Sul, a representante da CNM destacou que um Guia de Reaplicação será elaborado pela entidade e encaminhado para mais de mil municípios brasileiros associados à entidade.
A ação reuniu gestores de diversas regiões do país para o estabelecimento de diálogos e relatos de experiências inovadoras em gestão municipal. O grande destaque da iniciativa foi o projeto Arte na Parada, apresentado pelo prefeito Alexandre Lindenmeyer.
“Estamos comemorando a vitória que tivemos, alguns meses atrás, em Brasília. Uma ação que nos enche de orgulho, pelo seu caráter pedagógico, de valorização das nossas potencialidades e dos nossos artistas”, comentou o Chefe do Executivo. O prefeito de Rio Grande ainda destacou a importância do trabalho em rede, coordenado pela CNM. “Vejo com bons olhos esse espaço de debate e troca de experiências. Esperamos que, através deste trabalho articulado nós possamos multiplicar as boas práticas e fortalecer a rede entre os municípios”, argumentou.
Na sequência da sua fala foram apresentados o “Programa Santa Clara tem valor”, pelo prefeito de Santa Clara do Sul, Paulo Kohlrausch e  o Projeto de recuperação e preservação de matas ciliares no oeste de Santa Catarina, pela engenheira Aline Pedroso, do Consórcio Iberê, de Chapecó-SC.
Participaram da atividade, além dos citados, o secretário de Município da Cultura, Ricardo Freitas, a Assessora de Gabinete e a Diretora Artística da Secult, Goreti Butierres e Cíntia Campos, respectivamente, a secretária do Gabinete de Programas e Projetos Especiais, Darlene Pereira, o Vice-reitor da Universidade Federal do Rio Grande, Danilo Giroldo e o Pró-reitor da instituição superior de ensino, Daniel Prado, entre outras autoridades.
CNM em Rio Grande
Uma equipe da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) desembarcou em Rio Grande e, desde a última terça-feira (23), realiza um percurso in loco nas mais de 100 paradas de ônibus grafitadas pelo projeto Arte na Parada.
Na companhia de uma equipe de jornalistas, a Consultura da CNM, Denise Messias, conheceu a cidade, reuniu-se com seus gestores, vistoriou os abrigos grafitados e dialogou com parte dos artistas que contribuíram com a iniciativa coordenada pelas secretarias de Município da Cultura (Secult) e de Mobilidade, Acessibilidade e Segurança (SMMAS). Além da elaboração de um Guia de Reaplicação, a Confederação Nacional dos Municípios captou imagens da cidade e das paradas de ônibus grafitadas para a produção de um vídeo institucional sobre a iniciativa.
O Arte na Parada
O Arte na Parada é uma ação transversal da Prefeitura Municipal do Rio Grande, que envolve secretarias de municípios, artistas urbanos e a sociedade civil. Seu objetivo é democratizar a arte urbana, preservar o patrimônio público, fortalecer as relações de pertencimento e apropriação cidadão e cidade e humanizar os espaços públicos, através de intervenções de grafite nas paradas de ônibus do município. A ação esteve inserida dentro das comemorações alusivas aos 280 anos de Rio Grande, ocorrido em 2017, e, mais recentemente, no contexto do Programa Rio Grande ComVida, da Prefeitura Municipal do Rio Grande.
Do seu início, em julho de 2017, até o presente momento, dois editais públicos foram lançados e mais de 20 artistas urbanos tiveram trabalhos selecionados e expostos nas ruas da cidade. Segundo o secretário de Município da Cultura, Ricardo Freitas, um novo edital será lançado na segunda quinzena de novembro e o objetivo é que 100% das paradas de ônibus do município recebam as intervenções artísticas.
“A aposta na arte e na cultura tem dado certo. Temos observado um cuidado maior por parte das pessoas, que já absorveram a arte urbana no seu cotidiano e possuem um respeito muito grande pelas obras. Estar entre os melhores eleva o nome de Rio Grande no cenário nacional e consolida, cada vez mais, a cidade neste tipo de arte”, apontou o secretário.
Para estar entre os cinco municípios vencedores do Prêmio Municiência, o Arte na Parada superou mais de 200 concorrentes de 102 municípios brasileiros.
Inspiração na fauna e flora da cidade
Um dos selecionados pelo Arte na Parada, Lucas Stuczynski, iniciou a sua trajetória por influência de um amigo, aos 14 anos de idade. O artista urbano começou com as TAGS (assinatura do nome ou apelido do grafiteiro), experimentou as BOMBS (grafite rápido, com letras arredondadas) e apaixonou-se pelo CARTUM (grafite que possibilita a criação de personagens), estilo que desenvolve até hoje.
Sobre o Projeto Arte na Parada, Stuczynski diz ser a concretização de um anseio dos grafiteiros e grafiteiras da cidade e destaca a importância do desfecho positivo da iniciativa no Prêmio Municiência – Municípios Inovadores 2018. “Eu achei um projeto muito diferenciado. Todo grafiteiro ou grafiteira, quando vê um suporte, imagina que ali poderia sair um grafite. E assim eram com as paradas de ônibus. Era algo que nós, artistas urbanos, queríamos fazer há muito tempo”, argumentou.
A opção pelos pássaros nos seus grafites dialoga com a sua formação acadêmica. Lucas é graduando de Gestão Ambiental, na Universidade Federal do Rio Grande, e se diz um entusiasta da fauna rio-grandina. “Escolhi essa temática por se tratar de algo que me agrada muito na cidade. É um dos nossos patrimônios”, salientou, demonstrando grande identificação com a cidade. A inspiração, segundo ele, partiu de registros fotográficos de amigos e das observações que faz no dia a dia.
Economia para os cofres públicos
Segundo informações da Secretaria de Município de Mobilidade, Acessibilidade e Segurança (SMMAS), além da questão artística e cultural, o Arte na Parada tem gerado economia aos cofres públicos. De acordo com a pasta, o investimento para a aquisição de materiais e pagamento dos artistas selecionados é menos que 5% do que a Prefeitura gastaria para reparos e reposição de paradas danificadas. O recurso é oriundo do Fundo Municipal de Multas.
Assessoria de Comunicação / PMRG/Fotos: Marcos Jathay

FOTOTECA MUNICIPAL RICARDO GIOVANNINI


Na última terça-feira (23), a Fototeca Municipal Ricardo Giovannini estendeu seu horário de expediente para receber duas turmas da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Municipal de Ensino Fundamental França Pinto. Cerca de 25 estudantes e 4 professores apreciaram a exposição “Entre Fios: tendências nos séculos XIX e XX”, com imagens que destacam cortes de cabelo, acessórios e penteados de diferentes períodos.
De acordo com a Dirigente do Núcleo de Patrimônio da SeCult, Gianne Zanella Atallah, essa foi a primeira visita dos estudantes ao espaço. “Uma realidade que precisa cada vez mais ser transformada, já que os museus aguardam a presença de todos os públicos. Agradecemos a vista dos alunos da Escola França Pinto, bem como dos professores e das professoras que os acompanharam”, comenta.
A exposição “Entre Fios: tendências nos séculos XIX e XX” integrou a programação da 12ª Primavera de Museus: Celebrando a Educação em Museus, que aconteceu entre os dias 17 e 23 do mês de setembro. Organizada pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), a Primavera de Museus conta com a ampla participação de instituições culturais municipais, estaduais e federais, tanto públicas quanto privadas. 
Os demais interessados em conhecer a exposição também podem visitar a Fototeca Municipal, no horário das 13h às 18h30min, de segunda-feira a sexta-feira. Para visitação em outros horários deve ser solicitado um agendamento prévio, pelos telefones: (53) 32338408 / 32338409 ou pelo email: fototeca.rg@gmail.com. A exposição ficará disponível para visitação até o final do ano, dia 31 de dezembro.

Assessoria de Comunicação / PMRG/Fotos: Marcos Jathay

LIVRO E CAFÉ

Ronaldo Gerundo foi o escritor que participou desta edição,na tarde de hoje,26,do Livro e Café,tendo com o tema: "O fazer poético: escritos para qualquer idade" 
O projeto é realizado pelo núcleo de Livro,Leitura e Literatura e Bibliotecas Públicas da Secretaria de Cultura na Biblioteca Monteiro Lobato e tem por objetivo aproximar o escritor da biblioteca.








quinta-feira, 25 de outubro de 2018

VOCÊ ME CONHECE?



Alice Lyuba Duprat

Conhecida como Lyuba Duprat, nasceu em Rio Grande no ano de 1900. Dedicou grande parte da sua vida ao ensino da língua francesa e história da arte.
Filha do médico Augusto Duprat, em 1912, foi enviada a França para estudar a sua “língua natal”. Retornou ao Brasil em 1916, trazer traços da cultura europeia. Uma apaixonada por dar aulas, era dedicada na sua profissão além de rigorosa com seus alunos. Lecionou até perto do seu leito de morte.
Ganhou dois prêmios como professora que deu aula por mais tempo, o registro no Livro de Recordes brasileiro e o título de Doutora Honoris Causa, pela FURG.
Segundo Ézio Bittencourt no seu livro Da Rua ao Teatro, “as aulas de francês – ou seria melhor, as lições de vida em francês, intensificavam o gosto pela história da cidade”.
O lugar em que ministrava as aulas estava cheio de objetos que faziam  parte de sua vida. Mademoiselle, como era chamada, tinha uma forte ligação com os objetos que a cercavam, cultivando assim a cultura material. Graças a isso, vários objetos e fotografias foram doados ao Museu da Cidade do Rio Grande e a Fototeca Municipal Ricardo Giovannini. Outros foram repassados aos parentes, além de alguns para antiquários para pagar as despesas post mortem. Morreu de complicações da idade em 1994.
Em 1995, foi inaugurada a Sala de Documentação Lyuba Duprat, na FURG.




Para saber mais...

Nery, Olívia Silva. Objetos, Memória e Identidade: a História de Lyuba Duprat.




SEMANA NACIONAL DO LIVRO E DA BIBLIOTECA

Na tarde de quarta-feira 24 de Outubro, na Praça Xavier Ferreira ocorreu atividade alusiva a SNLB - Semana Nacional do livro e da Biblioteca, realizado pelo SIB-FURG e apoiado pelo Núcleo de Livro Leitura Literatura e Bibliotecas Públicas da Secretaria de Município da Cultura, nesta tarde aconteceu mais uma edição do Projeto " Eu amo ler" (SECULT), Projeto Arvoreteca (SIB) e  Biblioteca Itinerante (CAIC), na ocasião estiveram presentes alunos da EEEF. Agnella do Nascimento e participaram também os alunos da escola EEEF. Barão do Cêrro Largo, que tiveram uma tarde de contação de histórias, trocas de livros e também puderam colher livros, essa ação se tornou capaz através dos bancos de livros recebidos nas trocas e doações feitas pela comunidade aos projetos acima citados.




terça-feira, 23 de outubro de 2018

DIÁLOGO UNIVERCIDADES - RIOGRANDE/RS

A Confederação Nacional de Municípios e a Universidade Federal do Rio Grande convidam para o Diálogo UniverCidades.
O fomento ao diálogo entre centros de ensino e pesquisa e Municípios é um dos objetivos do Projeto UniverCidades, executado pela CNM em parceria com a União Europeia.
Esse evento reunirá gestores municipais e academia para apresentarem inovações colaborativas entre instituições de ensino superior e municípios brasileiros. Confira a programação e participe!







PROGRAMAÇÃO: “Diálogo UniverCidades”
25/10/2018, em Rio Grande/RS
13h30 Credenciamento e Boas-vindas
14h Abertura:
Alexandre Lindenmeyer – Prefeito Rio Grande (RS);
Danilo Giroldo – Vice Reitor da Universidade Federal do Rio Grande (FURG);
Alexandre Machado – Diretor do Instituto Federal do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande (IFRS);
Representante - Confederação Nacional de Municípios (CNM)..
14h30 Relatos de Experiências Inovadoras em Gestão Municipal
“Projeto Arte na Parada” – Rio Grande (RS) – Prefeito Alexandre Lindenmeyer;
- “Programa Santa Clara tem valor” – Santa Clara do Sul (RS) – Prefeito Paulo Cezar Kohlrausch;
“Projeto de recuperação e preservação de matas ciliares no oeste de Santa Catarina – região das bacias hidrográficas dos rios Chapecó/Irani – Consórcio Iberê (SC) – Engª. Aline Sobroza Pedroso;
“Programa Feira Verde” – Ponta Grossa (PR) – Prefeito Marcelo Rangel.
15h50 Coffee-break
16h10 “Inovações colaborativas entre instituições de educação superior e os municípios brasileiros”
“O Projeto UniverCidades: resultados do “Catálogo de parcerias entre centros de ensino e pesquisa
e Municípios 2018” – Denise Messias (CNM)
“Programa de Residência em Gestão Municipal em SC” – Patrícia Vendramini - UDESC
“Governança e Projetos Colaborativos com os Municípios no âmbito do APL do Polo Naval e de
Energia de Rio Grande e Entorno” – Danilo Giroldo - FURG
“Geoprocessamento – Cidade do Rio Grande” – Daniel Zanota - IFRS
17h30 Debate e encerramento

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

LITERATURA E RESISTÊNCIA

Amanhã,dia 23,às 13h 30min, acontece mais uma aula do Curso de Extensão Literatura e Resistência,realizado em parceria com o IFRS e com a Biblioteca Rio-grandense.
Participe!


sexta-feira, 19 de outubro de 2018

DIÁLOGO UNIVERCIDADES



O Projeto ARTE NA PARADA foi um dos 15 projetos selecionados pela Prêmio Municiência,organizado pela Confederação Nacional dos Municípios - CNM e um dos 5 premiados como iniciativas inovadoras na Gestão Pública.

Como resultado dessa premiação,uma equipe da CNM estará em Rio Grande na próxima semana,de 22 a 26, para realizar uma visita técnica,conhecer o projeto de perto e elaborar um manual de reaplicação em outros municípios do País.

Como parte da visita,no dia 25 de outubro,haverá um evento em que os projetos inovadores da região sul do país (RS,SC,PR) serão apresentados e também uma mesa em que as instituições acadêmicas estarão apresentando inovações colaborativas  entre as academias e o município.








Confira a programação e participe!

PROGRAMAÇÃO:
“Diálogo UniverCidades”
25/10/2018
Em Rio Grande/RS

13h30
Credenciamento e Boas-vindas

14h
Abertura:

·         Alexandre Lindenmeyer – Prefeito Rio Grande (RS);
·         Danilo Giroldo – Vice Reitor da Universidade Federal do Rio Grande (FURG);
·         Alexandre Machado – Diretor do Instituto Federal do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande (IFRS);
·         Representante CNM.

14h30 Relatos de Experiências Inovadoras em Gestão Municipal

·         “O Projeto UniverCidades: resultados do "Catálogo de parcerias entre centros de ensino e pesquisa e Municípios 2018” – Denise Messias (CNM);
·         “Projeto Arte na Parada” – Rio Grande (RS) – Prefeito Alexandre Lindenmeyer
·         “Programa Santa Clara tem valor” – Santa Clara do Sul (RS) – Prefeito Paulo Cezar Kohlrausch
·         “Projeto de recuperação e preservação de matas ciliares no oeste de Santa Catarina – região das bacias hidrográficas dos rios Chapecó/Irani – Consórcio Iberê (SC) – Engª. Aline Sobroza Pedroso

15h50 Cofee-break

16h10 “Inovações colaborativas entre instituições de educação superior e os municípios brasileiros”

“Programa de Residência em Gestão Municipal em SC” – Patrícia Vendramini - UDESC
“Governança e Projetos Colaborativos com os Municípios no âmbito do APL do Polo Naval e de Energia de Rio Grande e Entorno” – Danilo Giroldo - FURG
“Geoprocessamento – Cidade do Rio Grande” – Daniel Zanota - IFRS


17h30  Debate e encerramento

PRIMAVERA DA LEITURA





Quem passou pelo interior da Praça Xavier Ferreira na tarde de hoje, pôde conhecer a iniciativa do projeto “Primavera da Leitura”, uma ação que promove a troca de livros literários por mudas de plantas e é uma iniciativa da Secretaria de Município da Cultura,por meio do Núcleo de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas Públicas, em parceria com as Secretarias de Município do Cassino, Meio Ambiente e Desenvolvimento Primário.Já em sua segunda edição, o projeto tem como principal objetivo promover a leitura e incentivar o cuidado e a preservação do meio ambiente

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

VOCÊ ME CONHECE?



José Ewbank da Câmara

Natural de Rio Grande, nasceu em abril de 1843. Formou-se no Rio de Janeiro em Ciências Físicas e Matemática, em 1865. Foi o engenheiro responsável pelas obras da Alfândega do Rio e do porto de Recife, logo após foi incumbido da construção do prédio da Alfândega da nossa cidade (1869-1875). Nessa época contou com numerosas relações e amigos sinceros, sendo assim, a pedido de muitas pessoas da cidade, seu nome foi dado pela uma rua lateral do prédio pela Câmara em 1872.
Concorreu e foi eleito Deputado provincial pelo Partido dos Republicanos. Retornou ao Rio, assumindo vários cargos, inclusive o de Diretor da Estrada Férrea Dom Pedro II (atual Central do Brasil). Intelectual e jornalista, foi defensor da construção do porto e dos molhes da barra, tendo publicado na imprensa rio-grandina e porto-alegrense uma série de artigos.
Faleceu no Rio de Janeiro, em 03/03/1890.


Para saber...
Neves, Décio Vignoli das. Vultos da Cidade do Rio Grande. 3º Tomo. Rio Grande, 1989.


quarta-feira, 17 de outubro de 2018

SEMANA NACIONAL DO LIVRO E DA BIBLIOTECA 2018

Nessa edição, o tema será "Na contramão das Fake News: A biblioteca enquanto fonte confiável de informações"

Entre os dias 23 a 29 de outubro de 2018, o Sistema de Bibliotecas (SiB) da FURG, em parceria com o curso de Biblioteconomia, Diretoria de Arte e Cultura (DAC) , Núcleo de Ações Inclusivas (NEAI) da FURG e Secretaria de Município da Cultura do Rio Grande-RS, com apoio da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), JATEVE – Jornada Acadêmica de Tecnologia em Eventos (FURG Campus Santa Vitória do Palmar), Secretaria de Educação (SMED) da Prefeitura Municipal do Rio Grande e SESI/FIERGS, estará promovendo a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca 2018.
Nessa edição, o tema será "Na contramão das Fake News: A biblioteca enquanto fonte confiável de informações" e contará com diversas atividades voltadas para a comunidade acadêmica, nos campi Rio Grande, São Lourenço do Sul, Santa Vitória do Palmar e Santo Antônio da Patrulha.
As inscrições poderão ser realizadas pelos SINSC FURG, no seguinte endereço:
https://sinsc.furg.br/detalheseventos/873. (Palestras e Mesa Redonda)
As inscrições para as oficinas, no seguinte endereço:
Quaisquer dúvidas, entrar em contato com a direção do Sistema de Bibliotecas/FURG, pelo e-mail: sib.direcao@furg.br.




terça-feira, 16 de outubro de 2018

CURSO DE EXTENSÃO ENCONTRO COM O MUSEU - 1ª Edição 2018


Palestrante Profa. Mestranda Desirée Nobre Salasar


Acontece no dia 31 de Outubro de 2018(Quarta-feira), mais uma palestra do Curso de Extensão Encontro com o Museu promovido pela Prefeitura Municipal do Rio Grande/RS e Secretaria de Município da Cultura, através da Fototeca Municipal Ricardo Giovannini. Nesse encontro, será proporcionado aos participantes o compartilhamento de  aprendizagens práticas através da Profa. Mestranda Desirée Nobre Salasar  vinculada ao PPGMP – Instituto de Ciências Humanas, da Universidade Federal de  Pelotas/RS
com a palestra intitulada: Acessibilidade em Museus: Desafios e Perspectivas. A
palestra ocorre no Salão Nobre Deputado Carlos Santos no prédio da Prefeitura Municipal do Rio Grande/RS, no horário das 15hs às 18hs.
O Curso de Extensão Encontro com o Museu ocorrerá entre os meses de Maio e Dezembro de 2018 com encontros mensais realizados na primeira semana de cada mês. Para acompanhar a programação do Curso, acesse: https://fototecarg.wixsite.com/encontrocomomuseu ou pelo e-mail: fototeca.rg@gmail.com.

Esperamos todos!

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

QUITANDA CULTURAL

No próximo dia 13,sábado,vai acontecer mais uma edição do QUITANDA CULTURAL,a mais tradicional feira de artesanato da cidade.
Será na Praça Xavier Ferreira,bem no Centro Histórico,a partir das 10 horas.
Imperdível!!!!


VOCÊ ME CONHECE?





Ernani Guaragna Fornari

Nasceu na cidade do Rio Grande em 15/12/1899. Cursou Humanidades no Instituto Brasileiro, em Porto Alegre. Foi Auxiliar de Farmácia, serviu ao Exército e chegou a cursar Direito na Faculdade em Pelotas, sem chegar a concluí-lo. Dedicou-se ao Desenho e Ilustração sob os pseudônimos de Xisto, Fabius e Neno.
Em Pelotas, fez parte da redação da Gazeta Mercantil, foi diretor da Biblioteca Pública e também foi Secretário do Município. Em Porto Alegre, dirigiu a revista Máscara.
Trabalhou nos jornais A Federação, Diário de Notícias, Jornal da Manhã e na Revista do Globo.
No Rio de Janeiro, foi Secretário da Agência Nacional e funcionário do Departamento de Imprensa e Propaganda, durante o governo de Getúlio Vargas.
Foi diplomata, poeta, cronista, comentarista, jornalista, contista, romancista e teatrólogo. Em 1960, aposentou-se do Serviço Público Federal e dedicou seus últimos anos à revisão de sua obra literária. Faleceu em 08/6/1964 em Petrópolis e foi sepultado no Rio de Janeiro. No ano de sua morte, as Câmaras Municipais de Rio Grande (no Bairro Lar Gaúcho) e Pelotas deram seu nome a ruas dessas cidades.


Para saber mais...
ADRIANE ANGHEBEN EITELVEN O PAMPA ALÉM DAS FRONTEIRAS: IDENTIDADE E REVOLUÇÃO EM SINHÁ MOÇA CHOROU, DE ERNANI FORNARI. https://repositorio.ucs.br/xmlui/bitstream/handle/11338/248/Dissertacao%20Adriane%20A%20Eitelven.pdf?sequence=1
Neves, Décio Vignoli das Neves. 2º Tomo. Rio Grande, 1980.