Página de divulgação das ações da Secretaria de Cultura do município do RIO GRANDE RS.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

EXPOSIÇÃO EXIGÊNCIAS DO ESPÍRITO É INAUGURADA NO TEATRO MUNICIPAL


Na sexta-feira (29), pouco antes do pré-lançamento do disco “A goiabeira”, da banda Goiaba de Casa, ocorreu a abertura da exposição “Exigências do Espírito”, do artista Carlos Medeiros. A mostra é uma coletânea de trabalhos produzidos em diferentes épocas e demonstram todo o talento e sensibilidade do artista, que utilizou as letras da trupe rio-grandina como inspiração para algumas das suas criações.

O ato contou com a presença da diretora do Centro Municipal de Cultura Inah Emil Martensen, Janice Hias, da diretora do Teatro Municipal do Rio Grande, Jane Borguetti e da assessora de gabinete, Goreti Butierres. A mostra é gratuita e está disponível para visitação pública até o dia 15/10, no foyer do Teatro Municipal.



SÁBADO TEM THE BEATLES, NO TEATRO MUNICIPAL




No sábado (30) tem The Beatles, no Teatro Municipal. A trajetória musical dos garotos de Liverpool será relembrada com um grande show das bandas Nitrovoid e TheCla Phaea, a partir das 20h. O evento integra a programação da 29ª Semana de Arte e Cultura, organizada pela Prefeitura Municipal do Rio Grande, através da Secretaria de Município da Cultura.

A banda Nitrovoid abrirá o espetáculo com releituras e recriações do quarteto britânico. Em seguida, sobe ao palco a Banda Thecla Phaea, que interpretará canções da carreira solo de John, Paul e George.

Os ingressos antecipados custam R$ 15 na Cia do Som, na Galeria São Pedro, e na Casa de Carnes Bagé, no balneário Cassino. Na bilheteria do Teatro serão vendidos ao preço de R$ 20.

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

CONSELHO MUNICIPAL DE POLÍTICA CULTURAL REALIZA PRIMEIRA REUNIÃO




Na noite de quinta-feira (28) aconteceu a primeira reunião do Conselho Municipal de Política Cultural, na Casa da Cultura, localizada na rua General Vitorino, 666. Na oportunidade, os novos conselheiros e conselheiras tiveram a oportunidade de manifestar suas primeiras impressões sobre a política cultural do município, propor sugestões para o andamento dos trabalhos e dar o pontapé inicial para uma grande construção coletiva. 

Estiveram presentes neste primeiro encontro o secretário de Município da Cultura, Ricardo Freitas, acompanhado por Tiago Collares e Cintia Campos, representando a Secretaria de Município da Cultura, Michelle Coelho, representando a Secretaria de Município da Educação e Fabiane Pianowski, representando a Universidade Federal do Rio Grande. Todos representando o poder público.

Representando a sociedade civil, estiveram presentes representantes dos fóruns setoriais das Organizações da Sociedade Civil (Miguel Isoldi, titular, e Celso Santos, suplente), das Empresas e Produtores Culturais (José Espíndola), das Artes Cênicas (Cid Branco), das Artes Visuais (Fábio Orleans), da Música (Rogério Soares, titular, e Andrea Santorum, suplente), da Literatura (Paula Machado), do Artesanato (Ana Motta), do Patrimônio Material e Imaterial (Célia Pereira), das Culturas Identitárias e Inclusivas (Fernando Tubino) e do Audiovisual (Vinicius Rocha).

Na próxima reunião, que ocorrerá no dia 18 de outubro, o Conselho Municipal de Política Cultural irá propor destaques para a revisão do seu regimento interno e elegerá presidente e secretário do órgão. O encontro está previsto para às 18h, na Casa da Cultura.

EXPOSIÇÃO EXIGÊNCIAS DO ESPÍRITO SERÁ INAUGURADA NA SEXTA-FEIRA (29), NO TEATRO MUNICIPAL

A Secretaria de Município da Cultura, através do Centro Municipal de Cultura Inah Emil Martensen convida a população para a abertura da exposição "Exigências do Espírito" do artista Carlos Medeiros, que acontecerá nesta sexta-feira (29), às 19h30min, no Foyer do Teatro Municipal, antes da apresentação da banda rio-grandina Goiaba de Casa. A mostra ficará aberta à visitação até o dia 15 de outubro, no horário de funcionamento do Teatro. A exposição faz parte da programação da 29° Semana de Arte e Cultura.
O ARTISTA
Carlos é um artista autodidata que tem extenso currículo de exposições individuais e coletivas e tem incursões na poesia e na música, demonstrando sensibilidade artística apurada. A exposição apresenta a trajetória da criação do artista com suas peculiaridades e consolida um trabalho que, com o passar do tempo, vai se transformando, cada vez mais, nele mesmo.

SÁBADO É DIA DE BANDA NOS BAIRROS, NO PÁTIO DO CTG MATE AMARGO


No próximo sábado (30) acontece mais uma edição do Banda nos Bairros, descentralização do projeto Banda na Praça nos bairros e comunidades do município.

A intenção do projeto é que haja um diálogo e a troca de experiências entre uma banda profissional e uma banda em formação, ampliando o acesso à música às crianças e jovens de Rio Grande. Para que isso ocorra, estarão presentes, na oportunidade, a Banda do 5º Distrito Naval e a Banda da Escola Municipal Mate Amargo. Ambas tocarão juntas para o público, a partir das 14h, no pátio do CTG Mate Amargo.

Em caso de chuva, a ação será cancelada.

CONSELHO MUNICIPAL DE POLÍTICA CULTURAL REÚNE-SE NESTA QUINTA (28), NA CASA DA CULTURA


Ocorre nesta quinta-feira (28) a primeira reunião do Conselho Municipal de Política Cultural. O encontro está previsto para às 18h, na Casa da Cultura, localizada na rua General Vitorino, 666. O Conselho Municipal de Política Cultural é formado por 20 membros, 13 da sociedade civil e 7 do poder público. 

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

EXPOSIÇÃO RIO GRANDE: 280 ANOS DE FUNDAÇÃO REMONTA AS ORIGENS DO MUNICÍPIO MAIS ANTIGO DO RIO GRANDE DO SUL


A exposição Rio Grande: 280 anos de Fundação está aberta para visitação pública até o próximo sábado (30), no interior do Mercado Público Municipal. A mostra participa da 29ª Semana de Arte e Cultura, organizada pela Secretaria de Município da Cultura.

Sob a curadoria do Prof. Dr. Luiz Henrique Torres, a exposição faz parte de uma pesquisa sobre as imagens enquanto documentos para escrever a História em Rio Grande. As fotografias são do acervo da Biblioteca Rio-Grandense e os cartões-postais foram cedidos para reprodução por Leonardo Barbosa Lopes.   Segundo Torres, “O atual município do Rio Grande avança em direção a três séculos de formação histórica com a necessidade premente de conhecer cada vez mais a caminhada de gerações que aqui aportaram desde o século 18”. As imagens, complementa, “permitem um diálogo inicial com um passado multifacetado de experiências civilizatórias”.

Buscou-se nesta exposição, através de dez banners com imagens entre 1900-1950, trazer alguns temas fundamentais para entender Rio Grande: o papel do Porto Velho e do Porto Novo; o comércio de exportação e importação; a industrialização; a cultura operária; os espaços da fé no centro histórico; as praças e a arte em ferro francesa; o balneário Cassino; o patrimônio edificado dos prédios administrativos do centro histórico; as antigas ruas da cidade; os cenários rurais das ilhas; a cidade enquanto cartão-postal.

AÇÕES EDUCATIVAS

Uma série de ações educativas com alunos e alunas de diversas idades da Escola Municipal Viriato Corrêa complementa a programação da 29ª Semana de Arte e Cultura no Mercado Municipal. Nas manhãs e tardes da última segunda-feira (25) e desta quarta (27) os pequenos tiveram a oportunidade de conhecer o Mercado Público, visitar a exposição Rio Grande: 280 anos de Fundação, aprender um pouco mais sobre a história da cidade no Espaço Histórico e Cultural Rio Grande de São Pedro e participar de uma grande aula de artes no Atelier Livre do Mercado.

Para a diretora do Centro Municipal de Cultura Inah Emil Martensen, Janice Hias, a avaliação da atividade foi bastante positiva. “Decidimos instalar a exposição em um local público, de bastante fluência, como é o Mercado Público. Para ampliar ainda mais essa mediação com a comunidade convidamos uma escola municipal, apresentando um roteiro histórico e cultural para os alunos e alunas. Estão sendo tardes bastante proveitosas e de muita troca de experiências”, salienta.  Na próxima sexta-feira (29), das 14h às 17h, mais uma ação educativa será realizada no Mercado Público Municipal.










PROGRAMAÇÃO DE SETEMBRO E OUTUBRO DO TEATRO MUNICIPAL


A Secretaria de Município da Cultura divulga a programação parcial do Teatro Municipal do Rio Grande para o final do mês de setembro e início do mês de outubro. As atrações integram a 29ª Semana de Arte e Cultura e o Mês da Criança, com programação especial para o público infantil.

SEMANA DE ARTE E CULTURA

Show: 
Goiaba de Casa.
Dia: 29 de setembro de 2017.
Horário: 20h. 
Ingresso: 
R$ 10 na bilheteria, minutos antes da apresentação.

Especial: 
The Beatles, Banda Nitrovoid + Thecla Phaea.
Dia: 30 de setembro de 2017.
Horário: 20h.
Ingresso: 
R$ 15 antecipados na Cia do Som ou na Casa de Carnes Bagé, no Cassino, e na bilheteria, minutos antes da apresentação, por R$ 20.

Show: 
Os Imortais.
Dia: 01 de outubro de 2017.
Horário: 20h.
Ingresso: R$ 10 na bilheteria, minutos antes da apresentação.

MÊS DA CRIANÇA – PROGRAMAÇÃO ESPECIAL

Show: Pitocando - SESC Rio Grande
Dia: 07 de outubro de 2017.
Horário: 
16h.
Ingressos: disponíveis junto ao Sesc, a partir de 01º de setembro de 2017, por apenas dois kilos de alimentos não perecíveis, que serão revertidos ao Programa Mesa Brasil/ Sesc. A arrecadação contribui para a Campanha Prato Cheio.

Espetáculo: Sonho de uma noite de Sertão
Dia: 08 de outubro de 2017.
Horário: 
20h30min.
Classificação indicativa: indicado para maiores de 5 anos.
Ingressos: antecipados a R$ 12 e na hora R$ 15.

Espetáculo: 
A verdadeira Chapeuzinho Vermelho 
Dia: 09 de outubro de 2017.
Horário: 
sessões às 14h e às 15h30min
Ingressos: 
escolas particulares - R$ 6, escolas públicas - R$ 5. 

SEMANA DE ARTE E CULTURA: GOIABA DE CASA É A ATRAÇÃO DE SEXTA-FEIRA, NO TEATRO MUNICIPAL


A banda rio-grandina Goiaba de Casa será a atração da próxima sexta-feira (29) no Teatro Municipal do Rio Grande. O show, do quinteto de músicos da terra, será o pré-lançamento do primeiro disco da trupe, intitulado “A goiabeira”. O evento inicia às 20h e integra a programação da 29ª Semana de Arte e Cultura, organizada pela Prefeitura Municipal do Rio Grande, através da  Secretaria de Município da Cultura. Os ingressos custam R$ 10 e podem ser adquiridos minutos antes da apresentação.

Os músicos e a cantora que integra a banda, Paola Kirst, partilham a sonoridade do Brasil Latino-Americano, a partir de composições musicais próprias e de releituras. Entre vozes palmas, tambores e outros instrumentos musicais, a banda expressa uma confluência de ritmos e gêneros que integram nosso país e vizinhos como o Uruguai e a Argentina. “A Goiaba canta a nossa terra, nosso mar e a vida entre as dançantes fronteiras da América Latina”, resumem os integrantes.

Desde seu surgimento, no ano de 2014, o grupo tem construído um espaço cultural de atuação na cidade e região, produzindo e participando de eventos independentes com apresentações musicais no sul do estado (Rio Grande e Cassino, Pelotas, Jaguarão, Morro Redondo e em La Paloma, no Uruguai).

Em outubro de 2015 a Goiaba foi contemplada com a premiação de Melhor Arranjo e Terceiro lugar no 1º Festival Mar em Canto, na cidade do Rio Grande, com a música “Distante do Mar”.  No mesmo ano, a banda participou do Piquenique Cultural, na cidade de Pelotas, sendo a escolhida pelo público por votação realizada nas redes sociais para a participação no evento. Ainda em 2015 a banda partiu para terras uruguaias para apresentação em um evento relacionado a questões ambientais.

Em fevereiro de 2017 a banda Goiaba de Casa foi a atração cultural no evento chamado “Almaval”, um carnaval alternativo realizado no sítio Amoreza, em Morro Redondo (RS). No presente ano, também participou do Sofá na rua, evento que reúne grande público e ocupa as ruas da cidade de Pelotas. Atualmente, a Goiaba de Casa se encontra em estúdio (Organic Studio – Cassino) gravando o seu primeiro disco, totalmente independente e autoral.  Saiba mais sobre a banda no Instagram (www.instagram.com/goiabadecasa) e no Facebook (www.facebook.com/goiabadecasa).

TEATRO MUNICIPAL LANÇA NOVO BLOG


Ele está mais amplo, mais seguro e confortável. Agora, também, com novo blog, que reúne todas as informações e a programação completa de eventos e espetáculos no município do Rio Grande.

O novo endereço eletrônico do Teatro Municipal do Rio Grande (https://teatroriogrande.blogspot.com.br/) será mais um canal de comunicação entre o equipamento cultural, vinculado à Secretaria de Município da Cultura, e a comunidade rio-grandina. Além do blog, o Teatro possui uma página no Facebook e o telefone 3233-4339 para o atendimento ao público.

Para acompanhar as atrações mensais divulgadas pelo Teatro basta incluir o blog nos favoritos de qualquer navegador de internet. O Teatro Municipal do Rio Grande está localizado na rua Major Carlos Pinto, 312, no bairro Cidade Nova.

terça-feira, 26 de setembro de 2017

CONSELHO MUNICIPAL DE PATRIMÔNIO HISTÓRICO REÚNE-SE NA CASA DA CULTURA


Ocorreu, na tarde desta terça-feira (16), a primeira reunião do Conselho Municipal de Patrimônio Histórico na Casa da Cultura, situada na rua General Vitorino, 666. O secretário de Município da Cultura, Ricardo Freitas, e a secretária do Gabinete de Programas e Projetos Especiais, Darlene Pereira, participaram da reunião e aproveitaram a oportunidade para dar as boas vindas ao conselho, que passará a ocupar o espaço para a realização das suas reuniões nas terças-feiras.

O Conselho Municipal de Patrimônio Histórico é composto por representantes de entidades, associações e instituições com personalidade jurídica própria e sem fins lucrativos. No município, integram o Conselho: a Secretaria de Município de Coordenação e Planejamento, a Secretaria de Município da Educação, a Universidade Federal do Rio Grande, a Fundação Cidade do Rio Grande, a Associação Pró-Preservação do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural do Rio Grande, a Sociedade de Engenheiros e Arquitetos do Rio Grande, o Instituto dos Arquitetos do Brasil, o Centro Municipal de Cultura Inah Emil Martensen e a Sociedade Marinhense de Desenvolvimento Sustentável. 

Na próxima sexta-feira (29) outro conselho irá usufruir do espaço, o Conselho Municipal de Política Cultural, que com nova composição realizará a sua primeira reunião.






segunda-feira, 25 de setembro de 2017

SEMINÁRIO COMEMORATIVO AOS 80 ANOS DE MARINA COLASANTI SERÁ REALIZADO NA TERÇA-FEIRA (26)


Começa amanhã (26/09) o 1º Seminário Tessituras: 80 anos de Marina Colasanti,  na Sala de Leitura da Biblioteca Rio-Grandense. O evento é uma promoção da Secretaria de Cultura em parceria com o Instituto de Letras e Artes (ILA) da FURG.

O seminário é uma ação do projeto de extensão “Socializando a Leitura”, coordenado pelos docentes Adriana Gibbon, Artur Vaz e Mairim Piva. As atividades serão realizadas nos turnos da manhã e tarde. As inscrições são gratuitasabertas à comunidade e podem ser realizadas pelo site https://goo.gl/a1shFi.

Em homenagem à escritora ítalo-brasileira Marina Colasanti, o evento será composto de palestrasconversas literárias e um sarau poético, dedicados a apresentar as diferentes faces da literatura de Marina Colasanti, que comemora 80 anos em 2017. Consagrada por seus textos voltados a públicos de todas as idades, a autora possui hoje um repertório vasto e plural, vertido em poemas, crônicas, minicontos, contos de fadas, memoriais e ensaios, sendo considerada um dos expoentes da literatura brasileira contemporânea pela plasticidade de suas obras.





domingo, 24 de setembro de 2017

TEATRO MUNICIPAL RETOMA SEU ESPAÇO NA CENA CULTURAL RIO-GRANDINA



MAIS AMPLO, SEGURO E CONFORTÁVEL

Após um período fechado para reformas, o Teatro Municipal do Rio Grande retomou o seu espaço na cena cultural rio-grandina. Mais amplo, seguro e confortável, o equipamento cultural vinculado à Secretaria de Município da Cultura está em pleno funcionamento, com atrações variadas para todos os públicos e preços populares.

Não há como não notar o intenso processo de revitalização realizado no interior do prédio. Quem retornou ao espaço público depois da reforma se deparou com um ambiente ainda mais agradável e propício aos grandes espetáculos. Para que isso acontecesse, ocorreu a troca de todo o forro, do carpete e a instalação de quatro novos ares-condicionados, com potência de 60 mil BTUS. Investimento, este, que visa maior conforto da plateia.

“Antes o forro era de madeira e tinha um gradeado que dispersava o som. Com a substituição, além do acréscimo na questão acústica, melhoramos a segurança do prédio como um todo, pois, tanto o novo forro quanto o carpete são antichamas”, destacou a diretora do Teatro, Jane Borguetti. Neste quesito, ela acrescenta que foram feitas ainda melhorias na sinalização do teatro, nova distribuição de extintores de incêndio e ampliação das saídas de emergência, bem como a instalação de detectores de fumaça. “Todo o aparato de segurança necessário, em caso de incêndio”, disse.

A capacidade do teatro também foi ampliada, de 335 para 370 lugares, com espaços acessíveis para pessoas com deficiência. E as melhorias não se restringem ao público, apenas. Pensando nos artistas que se apresentam no espaço cultural foram reformados os camarins, que agora contam com ar condicionado, frigobar, boa rede elétrica e banheiros.

Tudo isso têm refletido no público, que lotou a casa de espetáculos em diversas oportunidades neste ano. “Por muito tempo convivemos com uma espécie de preconceito, que atrelava o teatro à cultura elitizada. Recentemente, mesmo, recebemos o pessoal do rap, que fez uma ação muito interessante, de caráter beneficente, o Rap contra o Frio. Estamos trabalhando na tentativa de quebrar esse paradigma inserindo as artes cênicas no contexto social, sobretudo das nossas crianças e jovens, oriundas de diversos bairros da cidade e que integram a rede municipal de ensino”, avaliou Borguetti.

O TEATRO E A EXPANSÃO URBANA DA CIDADE

A construção do prédio do Teatro Municipal ocorreu em 1929 e coincide com uma verdadeira revolução urbana no município do Rio Grande, conforme destaca a diretora do teatro e arquiteta Jane Borguetti. Ela explica que o período em que a obra foi construída dialoga com o momento de expansão e consolidação do bairro Cidade Nova.

Segundo ela, duas obras corroboraram para este processo: as construções do Teatro Municipal e do Canalete da Major Carlos Pinto, projeto do engenheiro sanitarista Saturnino de Brito. “Antes do início destas duas obras, que foram construídas quase que simultaneamente, a cidade estava concentrada na zona da Rheingantz, do União Fabril ou próxima das indústrias pesqueiras”, salienta.

O prédio, diz, remonta caraterísticas dos estilos Art decó e Art noveau, dois estilos europeus em evidência no período da construção. “Nosso teatro sempre foi pequeno, mais acanhado. Uma peculiaridade muito interessante, pois dialoga com os cine teatros, que por muito tempo ficaram desativados. Aliás, nossa cidade também foi precursora nesse tipo de espaço de cultura”, afirmou. “Fernanda Montenegro, Irene Ravache, José Wilker, Paulo Autran, só para citar alguns atores e atrizes, já pisaram no nosso palco. Não tenho dúvidas de que muita coisa boa ainda está por vir”, finaliza a diretora.







sábado, 23 de setembro de 2017

MANUSCRITOS DA CADEIA CIVIL MUNICIPAL SERÃO TRANSCRITOS POR ACADÊMICOS DA FURG


Na primeira e na segunda quinzena do mês de setembro os alunos da disciplina de Paleografia, do curso de Arquivologia da Universidade Federal do Rio Grande, realizaram uma pesquisa de campo no Arquivo Histórico Municipal do Rio Grande. Sob a coordenação da Professora Eliete Camargo, os acadêmicos tiveram a oportunidade de manusear documentos da Cadeia Civil Municipal, que datam do século XIX e XX. A intenção é que os mesmos sejam digitalizados e, após transcrição paleográfica, colocados à disposição da comunidade para acesso público. O encontro teve o acompanhamento das servidoras do Arquivo Histórico Municipal do Rio Grande, órgão vinculado à Secretaria de Município da Cultura.